19.10.11

Romário quer cerveja nos estádios na Copa de 2014


Não bastou dizer que Messi precisa comer muito "arroz com feijão" para se tornar um "Pelé". Romário, deputado federal e comentarista da TV Record no Pan de Guadalajara, também deixou no ar uma questão ainda mais polêmica: ele deve apresentar um projeto para a venda de cerveja em estádios, durante a Copa do Mundo no Brasil, em 2014.


“Eu particularmente não bebo, mas a cerveja, bebida típica do brasileiro nos estádios, já foi proibida em algumas cidades e em outras não. Como deputado federal vou fazer uma emenda para que não seja proibida e para que seja feita fiscalização redobrada em relação àqueles que vão beber durante os 90 minutos dentro do estádio e uma fiscalização muito forte sobre aqueles que já chegam alcoolizados”, afirmou Romário.

Apesar da opinião da Fifa ser a mesma de Romário, o ex-jogador quer evitar que o comércio de bebidas nas regiões próximas aos estádios seja controlado pela entidade. "A Fifa exige que os bares só possam vender bebidas das empresas que têm contrato com ela. Isso é ridículo, não existe. Vou fazer minha parte e fazer emendas para que isso não aconteça, mas não posso dizer que vou ganhar e que minhas emendas vão passar”, completou. 

Romário, concordo com você sobre os restaurantes terem que vender bebidas das empresas que têm contrato com Fifa. A venda nos estádios da copa tudo bem, mas a venda das marcas em restaurantes que estão ao redor, não tem lógica. 

No entanto, "peixe" sobre a venda de bebidas nos estádios isso é certo nem precisa se apressar. Na copa de 2014 vamos ter Budweiser.

Cheers!

Nenhum comentário:

Postar um comentário